Bíblia Diária - Para uma leitura diária e frutuosa da Palavra de Deus!
Clique aqui para criar a sua área pessoal

Leitura do dia:
II Macabeus, Capítulo 15

Publicado em: 21/08/2014

 

Nicanor com toda sua presunção e contrariando certas orientações resolve atacar os homens de Judas que estavam em determinado lugar da Samaria. Judas o Macabeu confiava plenamente na ajuda do Senhor, portanto, transmitiu aos seus soldados muita esperança e fé como descrito pelo autor neste capítulo no versículo onze, “Tendo armado cada um dos seus soldados, não tanto com a segurança dos escudos e das lanças, mas principalmente com o conforto das boas palavras, Judas ainda lhes contou um sonho digno de fé, que alegrou extremamente a todos” (11).

Encorajados pelas palavras de Judas e ao fato de sua cidade e o templo estarem correndo perigo, decidiram combater as tropas de Nicanor que estavam avançando. “Os homens de Judas, por sua vez, os enfrentaram com invocações e preces” (26). E, assim ao termino do combate perceberam que Nicanor estava morto. 

Retornando a Jerusalém convocaram os cidadãos e sacerdotes para glorificar ao Senhor: “Todos, então, voltados para o céu, assim bendisseram o Senhor, que se tornara manifesto ao seu povo: ‘ Bendito seja Aquele que preservou da contaminação o seu lugar santo! ’” (34). 

Neste segundo livro dos Macabeus, percebe-se que não tratar de uma continuação do primeiro, pois termina antes da morte de Judas. Os acontecimentos são explicados pelo autor como consequência da vontade de Deus, tal como as vitórias de Judas que são para ele indícios da complacência divina. 

Entende-se, portanto, neste capítulo que a oração e a fé em Deus possuem o poder de realizar maravilhas em nossas vidadas, transmitir bênçãos e a justiça divina em nossa caminhada.

 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Macabeus, Capítulo 14

Publicado em: 20/08/2014

 ,

Aqui novamente vemos os interesses pessoais acima dos interesses de um povo, não fazendo conta da paz e união de todos.

Alcimo, outrora sumo-sacerdote, querendo recuperar seu posto e prestígio, instiga Demétrio que manda Nicanor e poderoso exército para atacar Judas e seu povo. Nicanor sabendo da valentia de Judas e de seu exército sela um acordo sincero de paz, tendo inclusive se juntado ao povo e ali fazendo morada.  

Alcimo, porém instiga novamente ao rei, que manda Nicanor prender Judas. Sem alternativa Nicanor escolhe obedecer a ordem do rei, a seguir com sua honradez pessoal. Neste ponto aparece o ancião Razis que também perseguido prefere o martírio a se entregar a Nicanor.

O Martírio de Razis podemos entender como o martírio ao Deus da vida e à vida do povo, assumido e oferecido com todas as consequências. A respeito disso disse D.Casaldáliga: “Cremos que enquanto houver martírio haverá credibilidade, enquanto houver martírio haverá esperança, enquanto houver martírio haverá conversão. O grão de trigo morrendo se multiplica”.

O martírio não representa necessariamente morrer fisicamente, mas dar a vida na busca da paz, do amor e no seguimento de Cristo nosso Senhor!!!! 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Macabeus, Capítulo 13

Publicado em: 19/08/2014

As tropas de Antíoco V e de Lísias marchavam contra a Judeia. Menelau juntou-se a eles apenas para obter poder, ele queria ser o sumo sacerdote. Suas intenções foram descobertas e o rei mandou matá-lo, lançando-o as cinzas.

Antíoco estava sendo implacável, e causava muito sofrimento ao povo, então Ju¬das man¬dou convocar a todos para a oração. Eles invocaram e suplicavam ao Senhor, noite e dia, implorando por socorro, e todos juntos entre lágrimas e jejuns, pros¬travam-se por terra. 

Abastecidos e fortalecidos pelas orações, recebem de Judas a ordem para permanecerem de prontidão para lutar até a morte. O aviso seria dado por uma senha - “Vitória de Deus”. A batalha decisiva tem início a noite, quando as tropas do rei estavam descansando. Eles obtiveram a vitoria conforme pediram a Deus, e Antíoco não teve escolha a não ser propor a paz aos judeus.

As mesmas promessas são repetidas por Jesus e relatadas por Mateus no capítulo 18, verso 19, quando orarmos comunitariamente, para pedir ao Pai, ele nos atenderá.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Macabeus, Capítulo 11

Publicado em: 17/08/2014

 

Lísias em sua prepotência desprezou o Senhor se agarrando a seguranças humanas. Muitas vezes somos tentados a fazermos o mesmo, abandonar o Senhor e buscar refúgio em nossas forças, em nossas capacidades. Quantos de nós se atemorizam pelas notícias de guerra, de catástrofes naturais, pela bolsa de valores que se tornou instável. Esquecemos a muito da presença providencial do Senhor, que Ele está no meio de nós, que não nos abandona a própria sorte, mas caminha conosco.

Façamos como os companheiros do Macabeu, peçamos ao Senhor auxílio do Céu, coloquemo-nos diante Dele que tudo pode, o nosso impossível, a nossa luta, as nossas aflições e derrotas. Esperemos Nele e Ele agirá.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Macabeus, Capítulo 10

Publicado em: 16/08/2014

 

Os Macabeus com seus companheiros, guiados pelo Senhor, reconquistaram o Templo e a cidade de Jerusalém.

Depois de purificar o Santuário construíram novo altar para os holocaustos. Em seguida se prostraram por terra e suplicaram ao Senhor que nunca mais os deixassem cair em tais desgraças. Caso voltassem a pecar que não fossem entregues nas mãos dos bárbaros e blasfemadores.

Depois de lutarem novamente em guerra contra os malfeitores, mataram Timóteo e depois de tudo isso, com hinos de graças louvaram ao Senhor por ter feito benefícios em favor de Israel e lhes concedido a vitória.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:

Antes de conferir a reflexão, faça a leitura do texto bíblico 

Área pessoal




Esqueceu sua senha? Recupere aqui.
Ainda não tem Cadastro? Cadastre-se aqui.





Leituras

Livro - A Bíblia no meu dia-a-dia

Cronograma

Cronogramas


Escolha um livro




Arquivo

 

Total de visualizações de página:

1.319.459


Desenvolvido e Hospedado por Cedilha Comunicação Digital Realização Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora Paróquia Sant'Ana